Pode-se dizer que o câmbio automático é facilmente relacionado a mais conforto para o motorista na hora de dirigir. O fato de deixar o pé esquerdo livre e não se preocupar com a troca de marchas já uma grande ajuda para quem pega trânsito pesado nas grandes cidades todos os dias.

Já o câmbio manual é o preferido para quem não dispensa o total controle sobre o carro, podendo adequar as marchas para cada situação de acordo com seu gosto. É a opção ideal para quem mora em lugares sem muito congestionamento e para pessoas que têm prazer em dirigir.

Qual câmbio consome mais combustível?

Na hora de abastecer há quem também leve em conta o sistema de funcionamento do câmbio automático ou manual. O automático tem a fama de consumir mais combustível por fazer a troca de marcha em alta rotação, diferente do manual. Mas os modelos mais recentes (e os próximos que ainda estão por vir) já estão se atentando para este detalhe e cada vez mais trazem tecnologia empregada para manter a rotação quase inalterada durante a troca de marchas, resultando em uma diferença cada vez menos expressiva entre as duas opções.

Como vimos logo acima, a troca de marchas feita de maneira errada no câmbio manual pode resultar também em mais consumo de combustível, então fique atento se optar pelo manual.